Imagem capa - Vérnix: não deixe que tirem a proteção do seu bebê! por Wanessa Pickler
Oi, vamos conversar?

Vérnix: não deixe que tirem a proteção do seu bebê!

Você já ouviu falar em VÉRNIX?

 

Sabe o que é....ou para que serve?


Quando um bebê nasce, a pele dele está coberta por uma camada de gordura , chamada de VERNIX  (vernix caseosa que significa, verniz cremoso). Alguns nascem com essa camada bastante espessa, outros nem tanto.


Essa camada branca e gordurosa protege a pele do bebê contra os efeitos do contacto permanente com o meio úmido do útero, contra micro-organismos do líquido amniótico ou do ambiente externo e atua como um lubrificante durante o trabalho de parto. Também tem a função hidratante, termorreguladora e antibactericida.






Ou seja, ele é o maior PROTETOR do seu filho (a)!!! O maior amigo e aliado...e não deve ser removido.


Em poucas horas depois do nascimento podemos perceber a pele do bebê sem a camada protetora, pois sua pele naturalmente a absorve.

Em geral os bebês mais maduros, com mais de 40 semanas apresentam menos vernix. Já os mais prematuros costumam nascer protegidos pela substância.

Na barriga, os bebês já estão acostumados a viver num ambiente protegido e com uma temperatura amena e constante, então o vernix após o nascimento, atua como uma camada isolante ajudando o recém-nascido a lidar com a queda repentina de temperatura.  

Esta camada de gordura também atua como um agente protetor contra infeções ligeiras durante os primeiros dias de vida. Após o nascimento ele continua proporcionando proteção ao bebê portanto, exceto em situações específicas, ele NÃO deve ser retirado.


Infelizmente é comum a cena do bebê indo para o banho, logo após o nascimento. Mas é realmente necessário?

Pediatras humanizados afirmam que não (assim como a Sociedade Brasileira de Pediatria). 

A gordura que o bebê tem na pele é a melhor proteção nas primeiras 24h. O sabonete também não deve ser utilizado, apenas água morna.


Em vídeos de parto NÃO-humanizado é comum ver os profissionais levando-o para o banho logo após o nascimento ou esfregando o bebê  com panos, fraldas, etc. Uma das razões de tal procedimento é para remover o vernix.
Em alguns partos que acompanhei ( felizmente a maioria não foi assim),  as enfermeiras aparecem com gaze ou um paninho para retirar o que consideravam "sujeira", dizendo que poderia grudar no cabelo e não sairia mais.

VERNIX NÃO É SUJEIRA, É PROTEÇÃO!!


Únicos motivos para remoção do vérnix: 

- se apos 24h a pele do bebê não absorver tudo por si própria,  então deverá ser removido para evitar lesões na pele por conta da umidade.

-removida após o nascimento em caso de infecção perinatal


Referências: